O professor americano Myron Cohen, um dos principais pesquisadores na área da transmissão e prevenção do HIV, ministrou palestra na Fiocruz na terça-feira (11/6), sobre o uso de antirretrovirais como estratégia de prevenção do HIV. Antes da conferência, o professor se reuniu com pesquisadores da Fundação que fazem estudos sobre Aids para apresentar algumas das inciativas em busca da prevenção e cura da doença conduzidas pela Rede de Estudos de Prevenção do HIV (HIV Prevention Trials Network – HPTN) dos Institutos Nacionais de Saúde (National Institutes of Health – NIH) dos Estados Unidos e de outras instituições do mundo. Co-pesquisador principal da rede, Cohen tem como linha central de pesquisa a transmissão e prevenção do HIV.

Cohen destacou o papel desempenhado pela Fiocruz, por meio do Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (Ipec), no estudo HPTN 052, no qual o professor atuou como investigador principal. Trata-se de um ensaio clínico que apontou que, quando o soropositivo adere a um esquema eficaz de terapia antirretroviral, o risco de transmissão para seu parceiro sexual não infectado pelo HIV pode ser reduzido em até 96%.

Pesquisadora da Fiocruz e coordenadora do estudo HPTN 052 no Brasil, Beatriz Grinsztejn disse que a visita de Cohen abre caminho para o estabelecimento de novas parcerias com a Rede de Estudos de Prevenção do HIV no campo de prevenção e tratamento do HIV. “Cohen é hoje uma das pessoas mais importantes no mundo na área. Esta é uma grande oportunidade para a Fiocruz mostrar seu potencial na condução de estudos no campo da prevenção e tratamento da Aids e assim nos colocarmos disponíveis para novos desafios”, declarou Beatriz.




Myron Cohen

Myron Cohen é graduado pela Universidade de Illinois, Champaign-Urbana, e médico pela Rush Medical College. Completou a residência médica em Medicina Interna pela Universidade de Michigan e o fellowship em Doenças Infecciosas na Universidade de Yale. Membro eleito do Instituto de Medicina, Fellow do American College of Physicians e da Infectious Disease Society of America, membro da American Society of Clinical Investigation e da American Association of Physicians.

É professor de Medicina, Imunologia, Microbiologia e Saúde Pública na Universidade da Carolina do Norte (UNC), com a distinção J. Herbert Bate, em Chapel Hill, onde também ocupa os cargos de diretor da Divisão de Doenças Infecciosas e do Instituto para Saúde Global e Doenças Infecciosas. É co-pesquisador principal da Rede de Estudos de Prevenção do HIV (HIV Prevention Trials Network – HPTN) dos Institutos Nacionais de Saúde (National Institutes of Health - NIH) dos EUA.

A linha principal de pesquisa do Dr. Cohen é a transmissão e a prevenção do HIV. Nessa área, contribuiu para o desenvolvimento de métodos para detectar o HIV em secreções genitais, assim como de métodos para identificar os melhores antiretrovirais para reduzir a replicação do HIV nestes meios. Para estes trabalhos, Cohen recebe financiamento continuo há 30 anos do National Institutes of Health (NIH), incluindo o NIH MERIT Award.

*Agência Fiocruz de Notícias