O presidente da universidade francesa Pierre et Marie Curie (UPMC), Jean Chambaz, se reuniu na sexta-feira (10/5) com gestores e pesquisadores da Fiocruz para discutir a elaboração dos cursos de pós-graduação em bioterapia e de matemática aplicada à biologia que as duas instituições pretendem desenvolver em conjunto ainda esse ano. Segundo Chambaz, a elaboração dos cursos de pós-graduação nessas áreas será muito benéfica tanto para o Brasil quanto para a França. “A biologia está mudando rapidamente. Estamos coletando dados novos nesta área e agora precisamos urgentemente da contribuição de matemáticos e de pessoas da ciência da computação para interpretá-los para que, com isso, possamos construir a biologia do futuro. Isso é muito desafiador para ambos os países”, argumentou.

A previsão é de que a pós-graduação em bioterapia celular seja iniciada em setembro desse ano e o mestrado de biomatemática em 2014. A ideia é que a parceria envolva instituições de financiamento, como a Capes, além de outros renomados institutos do Rio de Janeiro, ainda a definir. Pesquisadores das duas instituições vão se encontrar em junho desse ano para definir os detalhes e pontos focais dos dois cursos.

A Fiocruz e a UPMC também pretendem atuar em conjunto na área de neurociências. Para isso, foi feito no começo desse ano um levantamento de interesses específicos com pesquisadores da Fundação no campo. Os resultados serão apresentados em junho na França. Mais adiante, será realizada no segundo semestre desse ano, uma oficina com pesquisadores franceses na Fundação para a elaboração de um plano de trabalho para uma cooperação científica no campo.

*Agência Fiocruz de Notícias