A II Reunião da Rede de Escolas de Saúde Pública (Resp/Unasul) foi realizada no salão internacional da ENSP, de 18 a 19 de outubro. O objetivo foi discutir a governança na formação de recursos humanos para a saúde pelos governos e experiências exitosas no continente sul-americano; conhecer políticas e programas de formação em recursos humanos para a saúde pública na perspectiva dos países; e identificar áreas e temas de cooperação técnica na Resp.

Estiveram presentes no evento representantes dos seguintes países: Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Guiana, Uruguai e Venezuela. Os participantes traçaram um panorama dos pontos positivos e negativos da formação em saúde pública de seus respectivos países. A coordenadora do Campus Virtual de Saúde Pública (CVSP) no Brasil, Ana Cristina Furniel, organizou uma exposição sobre o Campus Virtual, um espaço para desenvolver cooperação interdisciplinar no campo da formação permanente e de aprendizagem, resultado de uma parceria entre a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e os países da região das Américas. Furniel também apresentou a experiência brasileira nessa área e levantou propostas de parceria entre o Campus e a Resp.

Participaram da mesa de abertura o diretor da Ensp e secretário executivo da Resp Antônio Ivo, o assessor chefe da Assessoria de Assuntos Internacionais de Saúde, Alberto Kleiman, o representante da Opas, Félix Rigoli, e Felipe Krykhtine, representando o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mozart Sales.



No evento, o coordenador geral do Centro de Relações Internacionais
em Saúde (Cris/Fiocruz), Paulo Buss, apresentou uma palestra sobre
conceitos e práticas das escolas de governo em saúde.