Adalberto Otranto Tardelli assumiu as atividades como diretor do Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (Bireme), parceira da Fiocruz, em 1/07. A nomeação faz parte do processo de desenvolvimento institucional e fortalecimento da Bireme, que tem sido apoiado por todos os Estados-Membros da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), especialmente o Governo do Brasil.

Tardelli é brasileiro, graduado em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Informática em Saúde pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Em sua trajetória profissional, foi chefe do Departamento de Sistemas da fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE), gerente do Centro de Informática da Fundação Carlos Chagas e consultor para Sistemas de Informações Bibliográficas, inclusive para a OPAS.

Desde 1995 atua na OPAS, lotado na Bireme. A partir de 2009, assumiu o cargo de assessor para Sistemas de Informação em Saúde, exercendo funções como Gerente de Administração de Fontes de Informação e atividades relacionadas ao desenvolvimento e interoperabilidade de fontes de informação em saúde, tendo acumulado experiência em recuperação de informação e sistemas de informação, terminologia em saúde, informação em ciência e tecnologia e comunicação científica.